8 tendências do novo RH para ficar de olho em 2020

O RH moderno prioriza a agilidade, humanização e diversidade nas empresas

8 tendências do novo RH para ficar de olho em 2020

Você vem acompanhando as inovações no mundo corporativo? Estar antenado às novas tendências hoje em dia não está somente relacionado a tecnologia, mas também aos novos modelos de gestão de pessoas e o comportamento dos colaboradores no ambiente de trabalho. 

Assim como outros departamentos, o RH precisa ser mais tecnológico, estratégico, dinâmico, ágil, capacitador e inovador, devido a essa cobrança do mundo dos negócios para as empresas tradicionais se transformarem em empresas 4.0. Mudanças no mindset atual da cultura organizacional e a aplicação de novas práticas no dia a dia da área auxiliam a criar um ambiente agradável para seus colaboradores, reter e atrair talentos.

Para começar o ano de 2020 com um RH mais inovador e modernizar a sua empresa, selecionamos 8 tendências do Novo RH para você aplicar na sua organização, começando desde já. 

1. RH próximo do Marketing

A forma como nos comunicamos internamente mudou drasticamente. Os antigos murais de avisos ou intranet não funcionam mais, sendo necessário estar mais próximo dos meios de comunicação que o colaborador está presente. As mensagens são instantâneas e objetivas, porém o principal desafio é: como ser eficiente passando a mensagem para a equipe? 

Por estar em contato direto com todos os setores e pessoas, a área de recursos humanos é adequada para criar essa comunicação e relação entre empresa versus colaborador. Se aproximar mais das áreas de comunicação e marketing possibilita difundir mais a cultura organizacional, criar comunicados, avisos e novas estratégias de experiência do colaborador. 

Além disso, a tecnologia já possibilita a comunicação da empresa através de softwares de gestão que, além de possuir o controle dos processos da organização, permite que todos interajam e se comuniquem em um só ambiente, com chats, blog interno e fóruns. O blog corporativo é um dos principais canais de comunicação criado entre empresa e colaboradores, podendo mostrar notícias/publicações que a empresa deseja compartilhar.

2. Employee Experience

O RH deve focar em manter um ambiente de trabalho agradável, humanizado e criar uma nova experiência na jornada do colaborador - o famoso Employee Experience -, para torná-lo um possível embaixador da sua marca. Estamos falando de revelar ao colaborador um novo mundo de oportunidades e possibilidades que ele pode alcançar dentro da empresa, intensificando o relacionamento.

É importante ressaltar que isso inclui os benefícios que as organizações oferecem aos seus funcionários. Esses incentivos são um diferencial para a empresa e demonstra a preocupação com um ambiente seguro e agradável, planos de saúde, cursos de qualificação, datas comemorativas, aproximá-los aos OKRs, ações de reconhecimento interno, entre outros. 

Com a ajuda da tecnologia, as novas relações de trabalho devem ser cada vez mais digitais para construir relacionamentos mais interativos. Segundo o Great Place to Work, é necessário ser mais digital e relacionar cada vez mais, tornando o mundo mais ágil, sem perder o propósito. 

 

3. Flexibilidade na jornada de trabalho

Permitir flexibilidade de horários e possibilidades de home office melhora a jornada de trabalho dos colaboradores, permitindo melhor desempenho ao realizarem atividades e processos mais ágeis na empresa. Segundo uma notícia da Gazeta do Povo, o Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) percebeu um aumento de produtividade dos colaboradores de 95% e a qualidade do trabalho executado em 75%, seis meses após a implantação do home office na empresa.

O novo RH deve ser ágil e humanizado, sendo os principais pilares de empresas como Nubank, Boticário, Magazine Luiza, IFood, Natura e Unilever, que vem inovando o modelo de gestão de pessoas dentro das empresas. Funcionários satisfeitos e com boa qualidade de vida dentro do trabalho trazem bons resultados para as organizações, permitindo desenvolver uma nova cultura.

4. Metodologias ágeis e inovadoras

A criação de squads e times multidisciplinares são o novo jeito de relacionar equipes e começar a transformação digital nos departamentos. Hoje já não é necessário que cada área faça sua parte e no seu tempo para oferecer novas propostas, e sim equipes com diferentes profissionais que troquem experiências e networking. O objetivo é fazer a gestão dos times para a integração a cada projeto.

Para escolher os melhores profissionais na composição de cada squad da empresa, é preciso olhá-lo como ser humano que não deseja ser uma peça temporária de engrenagem, e sim que agregue inteiramente na equipe. O risco de frustração pode ser alto se não levar em consideração essa questão.

A implantação de novas metodologias que agilizam os processos das equipes é uma forma de inovar na área de Recursos Humanos. Os métodos capazes de integrar e agilizar os processos do RH são o Design Thinking, Scrum e a visão sistêmica, podendo ser usadas no recrutamento e seleção de talentos, além de poder levar essas metodologias para dentro da cultura e feedbacks construtivos da empresa. 

5. Capacitação das equipes

Os colaboradores precisam aprender de forma constante, e o RH é a área que pode auxiliar no desenvolvimento de pessoas a partir de cursos e treinamentos corporativos, além do acompanhamento constante. Dessa forma, um dos objetivos das empresas deve ser desenvolver seus colaboradores para assumir posições de liderança e aprimorarem as áreas de atuação, buscando soluções para treinar e capacitar os funcionários através de palestras, cursos, treinamentos, eventos, seminários, imersões, entre outros. 

6. Recrutamento e Seleção mais tecnológico

Novas tecnologias para o RH vem surgindo como facilitadores e suporte no processo de recrutamento e seleção de novos colaboradores. Softwares de recrutamento e seleção permitem que a empresa reduza o tempo de busca e aumente as chances de empatia com o candidato. A Inteligência Artificial, por exemplo, ajuda a filtrar candidatos de acordo com a compatibilidade entre suas habilidades e as exigências da vaga.

 

7. Cultura diversa e inclusiva

Segundo uma pesquisa da 9ª edição do Great Place to Work no Rio Grande do Sul, os colaboradores priorizam cinco pilares sobre o clima organizacional das empresas: credibilidade, respeito, imparcialidade, orgulho e camaradagem. 

Ou seja, a cultura inovadora de uma empresa precisa ser mais inclusiva e levantar a bandeira da diversidade. Um dado alarmante da mesma pesquisa, diz que apenas 20% das mulheres ocupam cargos de liderança nas organizações. Dessa forma, a diversidade possibilita novas conexões e talentos para dentro das empresas, um diferencial competitivo e uma nova cultura organizacional.  

8. Onboarding

O Employee Branding é a estratégia que fortalece a sua marca através dos colaboradores, transformando-os em embaixadores da empresa. Esse processo faz parte do Onboarding - em tradução literal “embarcando” - já começa com a integração de novos funcionários até a parte da efetivação, com o objetivo de promover a socialização deles com a rotina, valores e cultura. 

O Onboarding deve ser uma das prioridades no Novo RH, por ser um processo de integração planejado e monitorado dos novos membros das equipes para que se sintam acolhidos e possam exercer suas funções corretamente. Com esta prática, a empresa retêm talentos, aumenta o engajamento e crescimento do negócio.

O RH da sua empresa já possui essas novas características? Ou segue os modelos tradicionais? Não perca tempo e transforme agora a sua empresa em um excelente lugar para trabalhar! 

Leitura relacionada: O avanço da tecnologia e o futuro do mercado de trabalho.

Chat
Email
Telefone