O que é Análise Preditiva e como utilizar na tomada de decisões?

Projete o futuro da sua empresa com esta técnica eficaz utilizando a tecnologia

O que é Análise Preditiva e como utilizar na tomada de decisões?

Perguntas como “quando lançar um produto?” ou “qual estratégia usar no próximo semestre?” são comuns na rotina e no planejamento de qualquer empresa.

Mas imagine uma técnica que possa responder todas essas questões utilizando dados e a tecnologia - como a inteligência artificial - para realizar essas previsões?

As Análises Preditivas cumprem exatamente este papel, realizando cálculos precisos das probabilidades com base no histórico de dados da empresa.

Também é possível tomar decisões mais rápidas e concisas, antecipando tendências e comportamentos do consumidor do futuro.

Quer saber como a Análise Preditiva pode ajudar o seu negócio? Neste artigo, vamos te ensinar como aplicá-la e sair na frente dos seus concorrentes.

Mais que uma projeção

Nada de futurologia, longe disso! A Análise Preditiva é uma técnica avançada e precisa que utiliza dados, algoritmos estatísticos, Machine Learning e IA para identificar a probabilidade de resultados futuros baseado no histórico da empresa.

Seu objetivo é se aprofundar do que aconteceu no passado para obter uma melhor avaliação e previsão dos resultados do futuro. Graças ao avanço tecnológico, sistemas podem analisar uma maior quantidade de dados (Big Data) e tirar conclusões.

Essa técnica tem muita relevância atualmente devido ao grande volume e tipos de informações armazenadas na nuvem e sua multiplicação. No mundo, já foram produzidas 2,5 quintilhões de dados a cada segundo, só em 2017.

Por isso, ferramentas são necessárias para coletar, processar, interpretar e traduzir dados de forma ágil, facilitando a tomada de decisões de qualquer profissional.

Mas vamos deixar claro: ela não prevê o futuro, mas sim é capaz de mapear as probabilidades com base no que já aconteceu.

Em vez de se perguntar “o que vai acontecer?”, a Análise Preditiva responde a “o que é provável que aconteça?”

Descubra como reduzir custos em cada setor da sua empresa neste e-book gratuito.

Qual a importância da Análise Preditiva para as empresas?

As empresas estão identificando novas oportunidades e melhorias através da Análise Preditiva.

Com a alta competitividade no mercado, utilizar essa técnica se torna um diferencial e auxilia na visão estratégica, mapeando os desafios do futuro.

Ela pode ser utilizada na previsão de próximas movimentações da empresa, identificar oportunidades, prevenir falhas na segurança, identificar comportamentos do consumidor, melhorar operações, otimizar estratégias de marketing e reduzir riscos na aplicação de novos projetos.

Outros benefícios das Análises Preditivas você pode conferir na imagem a seguir:

Aplicações da Análise Preditiva nos negócios

A Análise Preditiva pode ser aplicada em diversos segmentos para diminuir riscos, otimizar operações e aumentar a lucratividade da empresa.

Em geral, ela é utilizada em áreas estratégicas e administrativas, como previsão de Churn, análises de comportamento e satisfação do cliente, otimização de campanhas de marketing e planejamento de vendas, por exemplo.

Conheça agora como cada setor está aplicando esta técnica:

Manufatura

Os fabricantes identificam fatores de redução de qualidade e falhas de produção através da análise preditiva, além de otimizar gestão de materiais e distribuição. Essa iniciativa pode reduzir custos com a previsão de demandas, por exemplo.

Varejo

O setor do varejo está usando análises preditivas para estudar o comportamento do consumidor, estocar produtos, avaliar eventos promocionais e identificar quais ofertas são mais eficazes para seus clientes. Lojas online podem usufruir muito dessa técnica na hora de recomendar produtos aos visitantes do site.

Saúde

Os seguros de saúde estão sendo mais beneficiados pela análise preditiva. Além de detectar fraudes, ela identifica os pacientes com maior risco de doenças crônicas e quais são as melhores intervenções.

Amazon Go e o futuro das entregas

A Amazon é um bom exemplo de como o uso da análise preditiva pode traçar o futuro das empresas e tornar projetos uma realidade.

Essa estratégia está reconhecendo padrões dos consumidores da companhia, que promete, em breve, realizar entregas antes mesmo dos clientes pedirem o produto.

E se eu não quiser? Simples: você não precisa devolver e muito menos pagar por aquilo! A Amazon quer antecipar desejos com uma análise comportamental feita diretamente na plataforma.

O Amazon Go é um projeto pronto para decolar, sendo possível compreender quando você precisará de qualquer produto do site.

Veja como vai funcionar essa novidade:

Como utilizar essa técnica para tomar decisões?

Agora que você já entendeu tudo sobre Análise Preditiva, vamos colocar em prática essa técnica na sua empresa e atender todas as suas necessidades. São 5 estágios principais, sendo eles:

1. Coleta de dados

A coleta de informações da sua empresa está sendo efetiva? O primeiro passo para uma análise efetiva da sua estratégia ou produto é identificando quais dados você precisa para solucionar um problema ou obter uma resposta, para depois focar nas informações necessárias que você precisa ter.

2. Estruturar os dados

Após recolher todas as informações necessárias, é necessário estruturá-las para melhorar a visualização. Softwares de gestão que possuem ferramentas visuais - como dashboards – evitam que você utilize planilhas no Excel ou Power BI.

Nessa etapa, você pode transferir ou selecionar os dados para facilitar a visão das informações coletadas de modo a sustentar qualquer tomada de decisão. 

Saiba como o TECNICON Business Suite auxilia na gestão da sua empresa.

3. Análise dos dados

Depois da visualização dos dados, é hora de analisar as informações. Aqui você deve identificar se há anomalias gráficas ou tendência de linha utilizando estratégicas básicas de estatística. 

Esse é o momento que você pode analisar o cenário e situação apresentada, como o mês onde você tem a maior taxa de vendas ou baixa taxa de pedidos, por exemplo.  

4. Estatísticas

Existem duas técnicas de estatística na análise preditiva: a Estatística Descritiva e Estatística Inferencial. Elas servem para que essa técnica funcione de forma correta.

A Estatística Descritiva sintetiza e descreve um grande conjunto de dados, podendo ser criado medidas de tendência central, de variabilidade ou dispersão.

Já a Estatística Inferencial é uma pesquisa de uma amostra para tirar conclusões de um grupo maior. 

5. Modelagem

Depois de reunir todas essas informações, criamos um modelo preditivo, onde os primeiros insights sobre os possíveis acontecimentos no futuro começam a aparecer.

Ele engloba uma série de técnicas matemáticas e estatísticas aos dados da sua empresa, criando um modelo para ser observado e com fácil acesso visual, auxiliando na tomada de decisão.

6.Monitoramento do modelo

Finalmente, é necessário um monitoramento contínuo para que os dados continuem sendo confiáveis e seguros após a modelagem, de forma mais rápida e objetiva para ser consultada futuramente.

O que está esperando para inovar o seu negócio? A Análise Preditiva pode abrir novas oportunidades que você nem mesmo imagina.

Se gostou deste conteúdo, compartilhe nas redes sociais!

Veja também: Machine Learning no controle de estoque: você sabe como aplicar?

Chat
Email
Telefone