4 exemplos práticos da adoção da Indústria 4.0 nas fábricas

A Indústria 4.0 está presente nas operações da Bosch, Heineken, Natura e Renault

4 exemplos práticos da adoção da Indústria 4.0 nas fábricas

Seja na fábrica ou nos meios de comunicação, hoje convivemos com cerca de 9 milhões de robôs no nosso dia a dia, bem como carros que dispensam motoristas ou braços mecânicos que produzem em grande escala.

Desse número, apenas 3 milhões de robôs trabalham nas indústrias ao redor do mundo. Mas por que a tecnologia e robótica se tornaram tão presentes em nossas vidas?

Essa resposta é simples: pois com o aumento de demanda e a evolução do ser humano, as empresas precisavam que seus processos fossem mais rápidos e inteligentes, tornando a nossa era chamada de Indústria 4.0.

A Quarta Revolução Industrial não trouxe só a tendência da manufatura inteligente, mas também novos desafios através da Inteligência Artificial e da relação entre homem-máquina.

Para entender melhor como o modelo 4.0 se aplica nas empresas na prática, separamos 4 exemplos brasileiros da implementação da transformação digital dentro dos chãos de fábrica.

O cenário pós-pandemia da Indústria 4.0

A Indústria 4.0 tem como principal característica a digitalização das atividades industriais, integrando componentes físicos e virtuais. Nas fábricas, é cada vez mais visível a integração das máquinas à internet, se tornando um fator necessário no Lean Manufacturing.

Com cenários diferentes do passado, hoje o Brasil e o mundo se encontram em crise devido à pandemia do coronavírus. Porém, há alguns números animadores: segundo a CNI e FGV, 66% das indústrias não demitiram por conta do Covid-19 e a confiança dos empresários sobe 9,8 pontos em maio.

A solução é, claro, a tecnologia. Para o presidente da CNI, Robson Andrade, o investimento em inovação é decisivo para minimizar os efeitos da nova crise. As empresas que já adotaram novas tecnologias foram as que menos sentiram impactos em seus processos, uma vez que foram automatizados.

Como transformar sua empresa para o modelo 4.0?

Os dados são o novo petróleo do mundo. Por isso, quanto maior for a digitalização da sua empresa, mais inovadora e lucrativa ela será.

O primeiro passo para reconfigurar a sua empresa é seguir os pilares da Indústria 4.0, todos eles ligados à tecnologia, robótica avançada e automação.

Veja na imagem a seguir as principais tecnologias da manufatura avançada.

Após a transformação digital, a empresa poderá se tornar mais competitiva e produtiva, reduzindo defeitos de fabricação e otimizando todos os processos da indústria.

Além disso, é necessário capacitar seus profissionais para utilizar as novas tecnologias investindo na especialização da sua equipe. 59% dos executivos afirmam que o maior obstáculo para a digitalização é a falta de um time preparado, segundo a Dell Technologies.

Saiba mais sobre o que é Manufatura Inteligente e como implantá-la na indústria.

Exemplos de empresas que adotam a Indústria 4.0 no Brasil

Agora vamos ver como as indústrias no Brasil estão colocando em prática a Indústria 4.0 dentro do chão de fábrica e linhas de produção.

1.Bosch

Sendo um dos pioneiros da Indústria 4.0 no Brasil, a Bosch transformou radicalmente suas fábricas conectando máquinas e sensores, criando processamento de dados e softwares para melhorar processos e qualidades.

Além disso, criaram soluções focadas na coleta e análise de dados através de sensores inteligentes para conectar cada vez mais o chão de fábrica: a Bosch Rexroth.

Essa tecnologia utiliza drives e controladores atuais que permitem maior transparência na linha de produção e refletiu positivamente nos índices de produtividade e na redução de custos da empresa.

Os resultados foram processos mais automatizados, projetando a indústria para o modelo 4.0 e integrando sistemas de produção com toda a fábrica.  

2.Heineken

Mais do que a tecnologia, a transformação digital vem acompanhado de boa gestão e valores construídos na empresa.

Na Heineken, a utilização de novas tecnologias está totalmente ligada a relação humana e a cultura organizacional, tornando os colaboradores seus maiores ativos.

A transformação dos processos industriais serviu como um posicionamento de marca para a empresa, patrocinando diversas campanhas atreladas à tecnologia.

Para a Heineken, a inovação também veio para implantar mais os valores de sustentabilidade dentro da fábrica, zelando mais pelo meio ambiente e a saúde das pessoas.

3.Natura

A Natura se mostrou muito a frente com a modernização de sua fábrica, utilizando a Indústria 4.0 para impulsionar suas estratégias competitivas. Focados em reduzir custos e aumentar o atendimento da demanda, eles usam ferramentas em harmonia com os objetivos mais urgentes.

“Se eu tenho recursos escassos de energia, eu direciono o gerador para a linha que tem demanda. Essa inteligência de utilidades nos ajuda a melhorar o nosso atendimento nesse sentido”, afirmou William Franco, gerente de Engenharia em Manutenção e Utilidade da Natura.

A fabricante de cosméticos também adotou sistemas de iluminação e ar condicionados inteligentes, realidade aumentada no setup de máquinas e a impressão 3D nas embalagens.

4.Renault

Este ano, a Renault se tornou referência em Indústria 4.0 pelo reconhecimento do Fórum Econômico Mundial pelas inovações adotadas ao longo dos anos no complexo industrial Ayrton Senna, sendo uma planta referência em manufatura avançada e conectada.

O investimento em inovação na empresa tem o objetivo de tornar o dia a dia mais ágil e prático para os colaboradores ou clientes finais, seja na fabricação de automóveis, utilitários, motores e injeção de alumínio com impressora 3D.

A Renault agrega diferentes tecnologias e processos digitais que abrangem áreas desde o início da produção dos veículos até o processo de venda, contemplando diversas etapas do negócio.

Que tal começar a implementar novas tecnologias na sua indústria? Dissemine essa nova tendência para seus colegas nas redes sociais!

Veja também: [Infográfico] 17 tendências pós-pandemia para o setor industrial.

Chat
Email
Telefone